Imposto de renda 2021 – quem deve declarar e como fazer

A Receita Federal do Brasil acompanha os ganhos da população todos os anos por intermédio da declaração de imposto de renda. Esse procedimento é obrigatório para parte das pessoas que residem no país e é muito fácil de ser feito: todo virtual, o cidadão envia suas informações por meio de um programa especialmente criado e que é divulgado de graça no site do Ministério da Fazenda.

Fazendo a declaração de imposto de renda, a pessoa pode até receber um dinheiro extra chamado de restituição. O declarante fica sabendo na mesma hora se tem dinheiro a ser restituído ou não e pode também estabelecer em qual banco quer que o governo federal faça o depósito.

O imposto de renda 2021 deverá ser declarado, provavelmente, entre fevereiro e abril, considerando o calendário a ser anunciado ainda. Para facilitar, entenda agora como funcionam as alíquotas de restituição, como mandar as informações para a Receita Federal e quem precisa declarar o imposto.

Pessoas obrigadas a declarar o imposto de renda 2021

Imposto de renda 2021 - quem deve declarar e como fazer

É fundamental que o contribuinte saiba se está obrigado ou não a fazer a declaração de imposto em 2021 porque as complicações para quem não as entrega são desagradáveis. Inclusive, a pessoa pode até receber uma multa de 20% máximos, considerando o valor que não foi declarado.

Os contribuintes que têm obrigação de enviar sua declaração de imposto de renda em 2021 são:

  • Os que realizaram a venda de algum bem;
  • Aqueles cuja renda anual chegou a R$ 28.559,70 (sendo apenas rendimentos tributáveis);
  • Os indivíduos que aplicaram em ações. Neste caso, a Receita Federal do Brasil não leva em conta o valor aplicado ou quanto rendeu: uma vez que houve aplicação, é necessário declarar.

Se a pessoa tem rendimentos tributáveis que se aproximam desse valor, mas não tem plena certeza se ultrapassa os R$ 28.559,70, é mais seguro fazer a declaração de imposto de renda em 2021. Afinal, trata-se de uma coisa simples e é melhor enviar as informações à Receita Federal sem precisar do que ser multado pelo órgão por deixar de declarar o imposto.

Alíquotas de restituição do imposto de renda 2021

Com a alíquota de imposto de renda, o contribuinte descobre quanto a Receita Federal pagará como restituição. O valor é separado, como dito, por alíquotas e estas são definidas com base na faixa de declaração. Funciona assim:

  • Se os tributáveis são contabilizados entre R$ 22.847,77 e R$ 33.919,80, a restituição é de R$ 1.713,58 porque a alíquota contada é de 7,5%;
  • Para tributáveis entre R$ 33.918,81 e R$ 45.012,60, a restituição é de R$ 4.257,57, uma vez que a alíquota contada é de 15%;
  • Pessoas que têm rendimentos tributáveis entre R$ 45.012,61 e R$ 55.976,16 recebem restituição de R$ 7.633,51, com alíquota de 22,5¨;
  • Para os tributáveis que superam o valor de R$ 55.976,16, a restituição paga é de R$ 10.432,32, com a alíquota de 27,5%.

Também há contribuintes que, geralmente, não recebem restituição: são aqueles que têm rendimentos tributáveis de até R$ 28.847,46.

Logo que a declaração de imposto de renda 2021 for finalizada pelo contribuinte, ele já poderá ver todas as informações da sua eventual restituição. Isso significa que a pessoa já fica sabendo o valor da parcela e a alíquota, podendo contestar qualquer uma dessas coisas na Receita Federal do Brasil.

Procedimento para declarar imposto de renda 2021

A Receita Federal recebe as declarações de imposto por meio do seu software especial, cujo download pode ser feito aqui e de graça. O programa em questão é compatível com os principais computadores e tablets e sua instalação é bem fácil. Logo que o programa estiver instalado:

  • Use seu CPF para criar um perfil;
  • Insira as informações sobre os rendimentos tributáveis do ano-base, tomando cuidado para que todas elas estejam corretas;
  • No final, se houver valores de restituição a receber, informe os dados bancários;
  • Salve a declaração de imposto de renda 2021;
  • Confira todas as informações e veja se alguma coisa importante ficou em branco;
  • Apenas depois envie a declaração de imposto de renda

Se há mais de uma pessoa na casa ou empresa que precise declarar seu imposto é só usar o mesmo computador, pois o programa da Receita Federal permite salvar várias declarações, sendo todas elas arquivadas com base no CPF.

Por causa disso, muitas lan houses e espaços públicos de acesso à internet instalam o programa da Receita Federal para atender às pessoas que precisam declarar o imposto, mas estão sem computador ou internet em sua casa.

É importante, todavia, ter cuidado com os programas genéricos que podem ser oferecidos em outros sites. Muitos deles podem aparentar ser mesmo do Ministério da Fazenda, mas o objetivo é somente invadir o computador ou tablet do contribuinte e roubar seus dados. Por isso, o único lugar de onde se deve baixar o programa de declaração de imposto de renda é o site mostrado aqui.

Como facilitar a declaração de imposto de renda 2021

Há contribuintes que acham que a declaração de imposto de renda é muito difícil e têm bastante medo de errar em alguma coisa, caindo na “malha fina”. No entanto, fica fácil informar todos os rendimentos quando os comprovantes são guardados; isso vale para quem fez a venda de um bem, para quem recebe salário e para quem aplica em ações.

Será muito mais fácil fazer a declaração de imposto de renda de 2021 se todos esses comprovantes forem previamente juntados. Se possível, é interessante até que eles sejam organizados de forma cronológica, ou seja, que todos os holerites, por exemplo, estejam dispostos de acordo com o mês.

Além de manter os comprovantes dos ganhos, é recomendado que os contribuintes também informem os seus gastos com escolas, cursos, intercâmbios educacionais, exames médicos para dependentes, internações, mensalidades de planos de saúde, etc.

Esse tipo de despesa é chamado de dedutível e permite que o cidadão tenha um desconto no pagamento do imposto de renda. Porém, a dedução só acontece mesmo se os gastos forem com o contribuinte ou dependentes e com comprovação.

Leia também: Quem tem direito ao PIS 2021

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *