Seguro desemprego 2021

Seguro desemprego 2021 – Tire suas dúvidas agora mesmo sobre o valor, quem tem direito e documentação necessária.

Seguro Desemprego

Demissões acontecem todos os dias, praticamente todo mundo passa por isso em algum momento da vida. Isso não significa que seja um momento fácil, surgem muitas preocupações e dúvidas, principalmente com a questão financeira.

Seguro desemprego 2021

Para ajudar nesta etapa iremos tirar dúvidas sobre o Seguro Desemprego 2021 ao longo deste texto, aqui iremos falar sobre:

  • Quem tem direito de receber o Seguro Desemprego?
  • Qual é o valor do benefício?
  • Como funciona o pagamento?
  • Como faço para solicitar o meu seguro?
  • Quais são os documentos necessários para a solicitação?
  • Até quanto tempo após a demissão pode solicitar?

Se ainda sobrar dúvidas é só deixar nos comentários do artigo!

Quem tem direito de receber o Seguro Desemprego 2021

Para ter direito ao Seguro Desemprego é preciso estar dentro de algumas características determinadas por leis. Essas características, requisitos, são as seguintes:

  • Trabalhador formal e doméstico, em virtude da dispensa sem justa causa, inclusive dispensa indireta;
  • Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador;
  • Pescador profissional durante o período do defeso;
  • Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo.

Você se encaixa em alguma das situações acima? Então você tem direito ao benefício, continue lendo para saber mais!

Qual é o valor do benefício

quem tem direito ao valor

O seguro desemprego 2021 é calculado de acordo com a média financeira dos seus três últimos meses de serviço. Para descobrir é só somar o salário dos três meses e dividir por três.

Exemplo: Osvaldo ganhou R$1500 em um mês, R$2000 em outro e R$1800,00 no último mês antes da demissão. Você soma os três valores, divide por três e fica R$1766,66.

Agora veja mais sobre como funciona o recebimento do benefício…

Como funciona o pagamento

O Seguro Desemprego é um benefício, um auxílio financeiro temporário para ajudar no período de recolocação no mercado de trabalho. O valor pode ser pago de 3 a 5 parcelas, de forma contínua ou alternada. Tudo variando conforme o tempo trabalhado.

Só que antes de receber o dinheiro você precisará fazer uma solicitação formal, veja como no próximo tópico!

Como faço para solicitar o meu seguro

A primeira coisa que você deve fazer para ir atrás do benefício é conferir se você realmente se encaixa e tem direito a receber o dinheiro. Feito isso você precisará fazer apenas duas coisas:

  • Ir até um posto do Ministério do Trabalho da sua cidade ou região, pode ser Sine, SRTE… Lá você irá solicitar o benefício, mas precisará estar com todos os documentos em mãos (falaremos sobre isso também);
  • Retirar o benefício em qualquer agência Caixa ou lotérica conveniada quando o dinheiro for liberado. Se você for um cliente da Caixa Econômica Federal receberá crédito em conta automaticamente, sem nem precisar ir até uma agência solicitar.

Para o saque você também pode utilizar o seu Cartão do Cidadão, inclusive em caixas eletrônicos.

Como comentamos, para a solicitação é necessária a apresentação de alguns documentos importantíssimos para garantir o seu benefício. Conheça-os no tópico a seguir!

Quais são os documentos necessários para a solicitação

documentos

É preciso levar a papelada toda para conseguir a aprovação do seu benefício. Para isso, segundo o site da própria Caixa Econômica Federal (banco responsável pelo pagamento do benefício) você precisará especificamente dos seguintes documentos:

  • Documento de identificação;
  • CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social, independente do modelo;
  • Documento de Identificação de Inscrição no PIS/PASEP;
  • Requerimento de Seguro Desemprego / Comunicação de Dispensa impresso pelo Empregador Web no Portal Mais Emprego;
  • TRCT (Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho​), com o código 01 ou 03 ou 88, devidamente homologado, para os contratos superiores a um ano de trabalho ou Termo de Quitação de Rescisão do Contrato de Trabalho (acompanha o TRCT) nas rescisões de contrato de trabalho com menos de um ano de serviço ou Termo de Homologação de Rescisão do Contrato de Trabalho (acompanha o TRCT) nas rescisões de contrato de trabalho com mais de um ano de serviço;
  • Documentos de levantamento dos depósitos no FGTS ou extrato comprobatório dos depósitos;
  • CPF.

Lembre de conferir bem cada um para não acabar perdendo viagem quando for até um posto do Ministério do Trabalho fazer a solicitação!

Até quanto tempo após a demissão pode solicitar

Existe sim prazo para poder solicitar o benefício, correndo o risco de perder direito do dinheiro se não for atrás dentro da data. Segundo a Caixa, os prazos para o pedido do Seguro Desemprego em uma unidade do Ministério do Trabalho é:

  • Trabalhador formal – do 7º ao 120º dia, contados da data de dispensa;
  • Bolsa qualificação – durante a suspensão do contrato de trabalho;
  • Empregado doméstico – do 7º ao 90º dia, contados da data de dispensa;
  • Pescador artesanal – durante o defeso, em até 120 dias do início da proibição;
  • Trabalhador resgatado – até o 90º dia, a contar da data do resgate.

Por isso é importante ir atrás e resolver o quanto antes, assim não corre nenhum risco de acabar perdendo o seu benefício por direito.

Conclusão

Você consegue encontrar essas e outras informações sobre o benefício através do Portal da Caixa Econômica Federal ou mesmo pelo aplicativo Caixa Trabalhador. Você também pode ler outros conteúdos do site e ficar ainda mais informado!

Esse conteúdo te ajudou a compreender o Seguro Desemprego 2021? Então compartilhe agora mesmo com seus amigos e familiares em suas redes sociais!

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *