Tabela IRPF 2021 – Alíquotas Imposto de Renda 2021

Tabela IRPF 2021 – As alíquotas do imposto de renda 2021 são informações que permanecem, constantemente na mente dos contribuintes tirando seu sono em diversos momentos. Este temor é presença garantida pois as alíquotas são a base de cálculo do imposto que deve ser pago anualmente. A partir de agora vamos explicar neste artigo o que é o imposto de renda, quem deve pagá-lo, as alíquotas utilizadas para o cálculo, as formas de dedução de valores e dicas para declarar o imposto.

O Imposto de Renda 2021

IRPF LEAO 2021
IRPF 2021

O imposto de renda á um tributação cobrada pela Receita Federal, tomando como base os rendimentos anuais dos cidadãos brasileiros, mas nem todos são obrigados a cumprir com o pagamento deste tributo. A cobrança do imposto de renda é condicionada a determinadas faixas de renda, considerando o último período tributário, ou seja, o ano anterior a declaração. Os trabalhadores que possuem rendimentos abaixo do mínimo estabelecido por lei estão isentos do pagamento, mas ainda assim precisar realizar a declaração. Neste momento é que as alíquotas começam a mostrar sua importância, pois são elas que definem o percentual de imposto a ser pago pelo cidadão de acordo com a sua renda anual.

Quem deve pagar o Imposto de Renda?

Ao mergulhar no assunto imposto de renda, umas das principais dúvidas que marcam presença é: quem precisa declarar e pagar esta tributação? Para esclarecer esta dúvida você verá a seguir dos critérios que determina quem deve declarar sua renda e pagar o imposto:

  • Cidadãos brasileiros que possuam rendimento tributável em valor igual ou superior à R$ 28.559,70 apurado no ano anterior a declaração;
  • Cidadãos brasileiros que apresentem rendimentos tributáveis ou não diretos da fonte em valor igual ou superior à R$ 40.000,00;
  • Cidadãos brasileiros que possuam renda igual ou superior à R$ 142.798,60 anuais;
  • Cidadãos brasileiros que apresentem ganho de capital em cima de alienação de bens e direitos;
  • Cidadãos brasileiros que investem na bolsa de valores, mercados futuros ou atividades deste ramo;
  • Cidadãos brasileiros com posse de bens que alcançam valor igual ou superior à R$ 300.000,00;
  • Trabalhadores rurais que queiram compensação por prejuízos ou perdas referentes à anos passados;
  • Todo estrangeiro que passam a ter condições de cidadão brasileiro.

Alíquotas do Imposto de Renda 2021

Alíquota imposto de renda 2021

Devido a diferença nos rendimentos mensais obtidos pelos trabalhadores, assim como obtenção de heranças e demais rendimentos, o cálculo dos impostos que devem ser pagos é realizado de forma personalizada. Logo, as alíquotas e suas porcentagens são utilizadas como referência para o cálculo do valor, considerando também a tabela do ano vigente. A descoberta do valor do imposto devido e das alíquotas aplicadas passam pela conferência da tabela elaborada e disponibilizada pela Receita Federal.

Tabela de alíquotas Imposto de Renda 2021

Tabela de alíquotas Imposto de Renda 2021

Anualmente a Receita Federal divulga a sua tabela de alíquotas imposto de renda 2021 para consulta. Através dela os cidadãos podem, considerando os rendimentos obtidos no último ano, descobrir o valor do imposto que será cobrado. A seguir você confere a versão mais atualizada da tabela:

Base de cálculo  Alíquota do IRPF Parcela a deduzir do Imposto
R$22.847,76
De R$22 mil até R$33.919,80 7,5% R$1.713,58
De R$33.919,81 até R$45.012,60  15% 15% R$4.257,57
De R$45.012,61 atéR$55.976,16 22,5% R$ 7.633,51
Maior que R$55.976,17 27,5% R$ 10.432,32

Com base nesta tabela apure seus rendimentos obtidos no último ano e descubra o valor que será cobrado.

Dedução para redução do valor do imposto

A dedução no imposto de renda é um forma de os contribuintes reduzirem os valores apurados durante o último ano. Para que esta dedução seja realizada é necessário comprovar gastos com itens, considerados pela Receita Federal, como essenciais, tratados como exceções:

  • Dedução com seus dependentes com valor de R$ 2.2275,08;
  • Despesas educacionais próprias ou com dependentes equivalentes à R$ 3.561,50;
  • Despesas com um empregado doméstico, com valor equivalente à R$ 1.200,32;
  • Despesas relacionadas à saúde, sem valor limite neste caso.

Cabe lembrar que as deduções só serão aplicadas mediante apresentação dos comprovantes equivalentes aos gastos.

Leia também:

Formas de fazer a declaração do imposto de Renda

como fazer declaração

Compreendido os critérios que levam a necessidade de declarar renda e pagar os tributos é o momento de entender como realizar a declaração. A declaração pode ser realizada através do app Meu Imposto de Renda, disponível para dispositivos móveis que possuem sistema operacional IOS ou Android, através do sistema da Receita Federal, devidamente instalado no computador que será utilizado ou através do próprio site da Receita, mediante utilização de certificado digital. Escolhido o meio para realização é necessário identificar e escolher o tipo de declaração que deve ser utilizada, de acordo com seus rendimentos.

  1. acesse o link RECEITA FEDERAL
  2. clique no botão download do programabotão download do programa
  3. download programa IRPF 2021 para PC ou celular
  4. faça a sua declaração

Declaração simplificada

Esta modalidade aplica desconto de 20% (taxa padrão) sobre os rendimentos tributáveis obtidos no ano anterior, limitado à R$ 16.754,34. Este tipo de declaração é recomendado para quem possui poucas despesas para dedução.

Declaração completa

Este modelo de declaração é indicado para quem possui muitas despesas a declarar. O rendimento também é considerado se o contribuinte possui renda anual superior à R$ 83.771,70. O recomendado é a escolha da declaração completa.

Como última dica é válido que, independente do tipo de declaração escolhida, seja utilizado o programa da Receita Federal instalado em um computador. Além de se livrar da necessidade de instalação de um certificado digital somente para este fim, você terá a facilidade de armazenar as declarações realizadas, além de seus recebidos, facilitando as próximas declarações, já que você poderá importar um declaração que já esteja salva no desktop.

Aproveite estas dicas e verifique se você já possui toda a documentação necessária para realizar a sua declaração. Certifique-se de ter guardado os comprovantes necessários para os gastos passíveis de dedução e se organize para que a declaração não seja realizada no último momento, pois você estará sujeito a possível lentidão no sistema pelo excesso de declarações enviadas simultaneamente.

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *